(51) 30194545/ (51) 3226-2225

(51) 3019-2225 

 

(51) 30194545/ (51) 3226-2225

(51) 3019-2225 

Artigos

O que é psicoterapia e como funciona?

Para a psicóloga Ivi Albuquerque, o processo visa à descoberta de novos caminhos para atuar no mundo de maneira mais saudável, plena e satisfatória. “Essa terapia torna-se uma oportunidade para desenvolver suas potencialidades e trabalhar os padrões de comportamento e repetições negativas, entrando em contato com as emoções contidas e reprimidas que se transformaram em bloqueios emocionais e físicos”, destaca Ivi.

Dessa forma, o psicoterapeuta auxilia o paciente a resolver problemas específicos ou gerais, tais como uma doença mental específica ou uma situação que esteja causando estresse em sua vida. E dependendo da abordagem utilizada pelo terapeuta, uma grande variedade de estratégias e técnicas podem ser utilizadas. A terapia busca ajustar esquemas disfuncionais de sua vida, descobrir suas potencialidades, ressignificar e trabalhar suas questões emocionais.

Através do tratamento com profissional habilitado é possível identificar causas e os padrões comportamentais que possam estar impedindo a pessoa de ter uma vida mais feliz e satisfatória. A psicoterapia mostra de maneira clara, os pontos que necessitam de atenção e reparo em nosso cotidiano, para que seja possível ter uma saúde emocional mais equilibrada. Por isso, quase todos os tipos de psicoterapia envolvem o desenvolvimento de uma relação terapêutica, comunicação e criação do diálogo. É fundamental uma boa empatia entre paciente e terapeuta.

Em que momento buscar um psicólogo ou psiquiatra?

A busca por terapia, ao contrário do que muitos pensam, não precisa ser só num momento de dificuldade. A pessoa pode estar à procura de um maior autoconhecimento e bem estar no seu cotidiano. Porém, essa procura é mais frequente em momentos de crise em que o indivíduo se sinta mobilizado por uma situação ou questão emocional. Dentre as causas mais comuns que podem ser tratadas com psicoterapia estão: depressão, medos e fobias, ansiedade, dificuldades de relacionamento afetivo, perdas, dificuldades sexuais, timidez, baixa autoestima, compulsões, traumas, inseguranças, pensamentos repetitivos e angustiantes. Além de distúrbios orgânicos como obesidade, dores de cabeça, hipertensão, asma, bruxismo, gastrite entre outros.

Qual tipo de psicoterapia escolher?

A maioria das pessoas quando ouvem a palavra psicoterapia imaginam um paciente deitado no divã falando enquanto o terapeuta, numa cadeira próxima, faz suas anotações.

Porém, há uma variedade de técnicas e práticas utilizadas nesse tratamento. O método usado em cada situação pode variar de acordo com uma variedade de fatores, incluindo a formação e os fundamentos do terapeuta, as preferências do paciente, bem como a natureza exata do problema atual dele.

 Algumas das principais abordagens para a psicoterapia incluem:

  • Psicoterapia de Orientação Analítica: uma abordagem terapêutica que mergulha em pensamentos de um paciente e experiências passadas para procurar pensamentos inconscientes, sentimentos e memórias que podem influenciar o comportamento. Estas costumam ser mais demoradas.
  • Psicoterapia Cognitivo-Comportamental: essa envolve técnicas cognitivas e comportamentais, onde o paciente é solicitado pelo terapeuta para cumprir tarefas com a finalidade de mudar pensamentos negativos e comportamentos desajustados.
  • Psicoterapia Humanista: uma forma de terapia que se concentra em ajudar as pessoas a maximizarem o seu potencial.
  • Psicoterapia Breve: trabalha com ferramentas voltadas a resolução de um problema (situação de crise) que é sugerido como foco de trabalho pelo psicoterapeuta e pelo paciente. Nessa abordagem o tempo de atendimento é limitado, em torno de 15 sessões. Está é a especialidade da clínica PSICOBREVE, como já diz o nome.

 

Envie seu comentário

Envie seu comentário e contribua com este artigo.

Voltar